sexta-feira, 22 de junho de 2012

Exame Nacional de Geometria Descritiva A de 2012 - 1ª fase


Podem consultar aqui a minha proposta de resolução do exame de 2012, 1ª fase.
Obrigada pela visita e boa sorte para os resultados.

40 comentários:

João Vieira disse...

Olá,

Chamo a sua atenção que no exercício 3 tem a sombra própria errada.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Fui com 19 e vou tirar no máximo 5 :s não tive grande tempo de estudo desde o exame de biologia, mas acho que não compensa ir à 2ª fase, visto que vou ficar com 15 a GD, e a minha média geral fica em 17. Obrigado pela resolução :)

carmo lopes disse...

Boa tarde. Tenho 2 questoes:
No 2 exercicio o angula da me 45 graus e no 3º a ligaçao de Ds2 a Vs2 Dá me coicidente com uma aresta. Sera possivel tirar menos de 18, 5?

Obrigada (:

Anónimo disse...

bem visto, já estava a ficar assustado porque tambem me tinha dado diferente.

carmo lopes disse...

Precisava mesmo que alguém me respondesse e tenho alguma urgencia porque nao sei se posso ir à segunda fase

vera viana disse...

Obrigada, colega João Vieira.
Já está corrigido.

vera viana disse...

E desculpem-me por agora não poder responder aos vossos comentários. Amanhã responderei.
Obrigada pela compreensão.

Anónimo disse...

Desculpem, não consigo encontrar a correcção, alguém me dá o link?

carmo lopes disse...

http://www.veraviana.net/exames.html#e20121a

Diogo disse...

a correcção do quatro ainda não saiu pois nao? se já eu não consigo ve-lo

carmo lopes disse...

eu também nao vi

Anónimo disse...

Ainda não :)

Anónimo disse...

Ainda não :)

Anónimo disse...

boa tarde, no exame apenas errei a sombra propria na projecção 2 e a posiçao do cubo no ultimo exercicio, serei muito penalizada por isso? obrigada :)

Anónimo disse...

Boa tarde, no primeiro exercício tenho tudo correcto menos a parte do plano de rampa perpendicular, pois em vez de marcar uma recta perpendicular ao plano obliquo, achei uma recta desse plano e fiz perpendicular a partir do ponto P. será que descontam muito?

Mário Osório disse...

Estou a prever uma média Global Nacional na casa dos 8 valores ou menos...

Anónimo disse...

Não consigo perceber o exercício 3. A sombra própria, nos não deveria ser de C a D? E apenas visivel na projeção frontal?

Anónimo disse...

Alguém pode-me dizer quanto dá o ângulo no exercício 2?

vera viana disse...

Ao anónimo que me escreveu por último: a sombra própria é visível em ambas as projecções.
Por lapso meu ao gravar o ficheiro do Geogebra em formato eps e png, as manchas de sombra próprias não eram visíveis.
Depois de alguns contratempos, já está corrigido...

vera viana disse...

O ângulo pedido é de 41.64º

Anónimo disse...

ainda nao consegui encontrar a correçao, sera que me podia dizer onde de encontra? Obrigado (:

vera viana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
vera viana disse...

http://www.veraviana.net/exames.html#e20121a

Anónimo disse...

Boa noite,

Eu resolvi o exercício 2 (ângulos) de uma forma diferente da dos critérios do gave e do blog :s. Gostaria de ter a vossa opinião.

Utilizei o seguinte método:

Determinei o plano oblíquo, de seguida a reta h. Determino um plano horizontal que contenha a reta h. Faço a intersecção do plano horizontal com o plano oblíquo e obtem-se uma reta horizontal i.

O ângulo está entre i1 e h1.

Obrigado pela atenção.

ASS:Simão

Francisco disse...

Boa noite!
No exercício numero 2 eu segui um raciocínio diferente e queria confirmar se esta correcto se for possível.
Pela reta h conduzi um plano auxiliar vertical, depois achei a reta de intersecção i entre o plano dado e o plano auxiliar, em seguida rebati o plano auxiliar vertical e achei o angulo que a reta h faz com a reta i. O angulo deu aproximadamente 45 graus como na sua resolução. Está correcto?

Mariana Sousa disse...

Se no exercicio 2 não tiver posto o ponto "R" na reta mas se tivermos feito tudo igual, quanto desconta? visto que a solução fica diferente? E já agora, se na sombra própria tivermos feito mal a projeção frontal, quanto desconta ao todo?

Obrigada,
Mariana Sousa

Anónimo disse...

Bom dia!
Relativamente ao angulo entre a reta e o plano, a verdadeira grandeza deste, e de 42,65 graus.
Isto, resolvendo o problema em 3 dimensoes no Autocad com uma aproximacao de duas casa decimais.
Portanto, penso que todos os alunos que tiverem obtido angulos a volta de 43 graus terao a resolucao certa, devendo-se a discrepancia a pequenas falhas no rigor dos sucessivos tracados e que eventualmente se acumulam.

Anónimo disse...

Para o Francisco:

A sua resolucao estaria certa, se o plano dado fosse o plano horizontal de projecao.
Cumprimentos

Anónimo disse...

Bom dia, relativamente ao exercício do ângulo entre a reta e plano, se nos tivermos enganado a rebater a reta h mas se todo o outro processo estiver bem (a reta p bem rebatida e a perpendicular feita a passar no ponto da reta h), quanto poderá vir a descontar?

Obrigada, Rita

Anónimo disse...

No exercício 2 utilizei o método do ângulo complementar , no entanto , na parte final esqueci-me de fazer uma perpendicular para achar o ângulo e não o 90-angulo .
Gostaria de saber se descontam muito neste caso ?

Gonçalo Santos disse...

Bom dia, eu tenho uma questão sobre o exercício 2 do exame:
Eu fiz o método do ângulo complementar todo certo, inclusivé rebati bem as duas retas, para um plano horizontal, só que por lapso, não usei as retas certas para determinar o 90-alfa, utilizei a h rebatida e outra qualquer que para lá devia estar de um processo anterior, como tal o ângulo pedido ficou errado (cerca de metade do ângulo correto). Alguém me podia dizer à volta de quantos pontos isso desconta? Obrigado

Anónimo disse...

Boa tarde!
No exercício 2 do exame fiz segundo o "método geral para a determinação de um ângulo entre uma recta e um plano" do meu manual, e fiz o seguinte: determinei o ponto de intersecção da recta h com o plano, em seguida fiz passar pelo ponto dado uma recta ortogonal ao plano e determinei o ponto de intersecção dessa recta com o plano, chamando-lhe I', em seguida fiz uma recta que continha o ponto I e I' e determinei o ângulo entre esta recta e a recta h, só que não me deu os tais 43 graus. Desconta muito ? Outra coisa, no exercício 4 fiz mal uma das faces do prisma, contabilizando isto tudo, com o exercício 1 e 2 totalmente certos consigo tirar 15 ? Agradeço resposta e desculpem a longa pergunta.
João A.

Anónimo disse...

*exercício 1 e 3 totalmente certos.
João A.

Pedro disse...

fui com 20 a exame e vou ter 19,8 sou mesmo maquina

Anónimo disse...

No último exercício não temos que rebater o eixo x? Onde vamos buscar a medida do cubo?

Beatriz disse...

Olá. Tenho uma questão urgente porque não sei se terei de ir à 2ª fase!!!

No exercicio 2 eu resolvi da seguinte maneira:

1-Depois de determinar os traços do plano que contem a recta "d", desenhei uma recta "p" perpendicular ao mesmo, e a passar por um ponto "K" qualquer da recta "h".

2-Defini um plano que contém a recta "h" e a "p".

3- Como a recta "h" só tem o traço frontal...F2h + F2p = traço frontal do plano beta.

4-Rebati o plano beta (os F2 de p e h ficam coicidentes consigo mesmo pois estao na charneira) e determinei o P em rebatido usando o triângulo do rebatimento.

5- Pr + Frh = h rebatida
6- Pr + Frp = p rebatida

7-Angulo entre a hr e a pr é o 90-alfa, fazendo uma perpendicular à pr têm-se o angulo pedido.

Muito obrigada!!!!E obrigada pela resoluçao do exame

Beatriz Santa-Rita disse...

No exercicio 3 porque é que a base está em sombra se está assente num plano de perfil e é a direcção luminosa convencional????

Beatriz Santa-Rita disse...

No exercicio 3 porque é que a base está em sombra se está assente num plano de perfil e é a direcção luminosa convencional????

vera viana disse...

Começo por pedir desculpa a todos quantos deixaram aqui comentários, a que não pude responder, por impedimentos de ordem profissional.
Não sei se ainda fará sentido responder a muitas das questões aqui colocadas (ou sequer se lerão a minha resposta), mas tentarei responder à maioria:

- relativamente a exercícios que tenham resolvido de modo diferente do utilizado na minha proposta de resolução, lembro que qualquer processo de resolução é válido, certificando-se tal pela análise do resultado final: se corresponder exactamente ao que era pedido, em princípio, estará correcto e deverá ser classificado como tal.

- quanto a processos de resolução diferentes e com a qual foram obtidos resultados diferentes do pretendido, estarão, claro, incorrectos, mas nem por isso deixarão de ter alguma cotação, embora corresponda sempre a uma parte da cotação total do exercício. Abster-me-ei de comentar caso a caso, não só porque provavelmente já não lerão a minha resposta, mas também porque amanhã conhecerão os resultados e terão já uma ideia do modo como as vossas respostas foram consideradas.

- como em todos os anos,aconselho todos os alunos a pedirem uma fotocópia da prova, mesmo que não pretendam pedir reapreciação. seja qual for a situação, ficam com uma ideia mais precisa de como o vosso exame foi considerado - para tal, consultem, no site do GAVE, os critérios de classificação da prova.

- no ex. 2, como já respondi antes, O ângulo pedido é de 41.64º

- Ao Francisco e Simão: no ex. 2 utilizaram um processo de resolução que nada tinha a ver com o que era pedido. Existindo mais do que um processo de resolução possível, nenhum deles prescindia da representação de uma recta perpendicular ao plano oblíquo.

- Ao Gonçalo: se for apenas o erro no ângulo, poderá ter, na apresentação gráfica da solução, 0 ou 5 pontos (dependendo do seu erro)

- Ao João: pelo que diz, o exercício estaria correcto, porque o raciocínio, embora moroso, também o está. mas se não deu um valor aproximado de 42º, alguma coisa terá corrido menos bem.

- À Mariana: o facto de o ângulo ter dado diferente dos tais 42º implica que alguma coisa não terá corrido bem e independentemente do ponto R, que é um ponto auxiliar para a determinação da recta p no plano rebatido.

- À Beatriz: a sua resolução do ex. 2 parece-me correcta, não existindo falhas e incorrecções de traçados ou nas convenções em vigor.

- no ex. 4 não era necessário rebater o eixo x porque nesta dimetria, o coeficiente de redução de y é o mesmo de x (podem, portanto, transportar-se as medidas projectadas de y para x). A medida da aresta do cubo foi transportada do eixo y para o eixo x, a partir do rebatimento do plano coordenado lateral.

- À Beatriz Santa-Rita: A posição da pirâmide e a direcção luminosa convencional (luz da esquerda para a direita, segundo a direcção da diagonal de um cubo de faces assentes nos planos de projecção) determinam que a base [ABCD] e a face lateral [DVC] estejam iluminadas, ao contrário das restantes. A linha separatriz é, como tal: [ADVCBA].

Boa sorte com os resultados do exame e obrigada pela visita.
Vera Viana

Anónimo disse...

Se eu sou um aluno de geometria que vai à segunda fase na terça-feira e não sabe nada disto, qual era a matéria que eu devia estudar mais para garantir a melhor nota possível?

Cumprimentos